Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

» Para receber os textos do Slow Food Brasil por email, basta você cadastrar seu endereço:


Acompanhe também via: Slow Food Brasil via RSSSlow Food Brasil no TwitterSlow Food Brasil no Facebook

"Entre 15 e 17 de fevereiro de 2016, acontece o simpósio internacional da FAO (Organização das Nações Unidas para alimentação e agricultura, na sigla em inglês) “O papel das biotecnologias agrícolas em sistemas alimentares sustentáveis e nutrição” na sede da FAO em Roma.
O programa do simpósio foca sobre a aplicação da ciência e tecnologia, especificamente as biotecnologias agrícolas. Em particular, o simpósio da FAO se propõe a enaltecer os benefícios de biotecnologias, transgênicos e outros constructos genéticos artificiais no desenvolvimento de sistemas alimentares e aumentando a nutrição no contexto das mudanças climáticas. Tecnologias baseadas nas Culturas são totalmente desconsideradas.
Slow Food assinou uma declaração conjunta com a Via Campesina, GRAIN e muitas outras Organizações da Sociedade Civil (OSCs) expressando suas preocupações acerca do programa do simpósio.

Slow Food enfatiza que os transgênicos não alimentam o mundo.

Aliança de Cozinheiros SP Brasil
por Ellen Gallego - Slow Food São Paulo


O primeiro encontro da Aliança de Cozinheiros Slow Food Brasil aconteceu no dia 28 de janeiro deste ano, no Espaço ZYM e contou com a presença de 12 membros da rede. Foi um grande momento de apresentações e troca de informações entre os participantes que puderam conhecer um pouco mais sobre o projeto e a sua relação com  iniciativas pessoais. Claudia Mattos, líder do convívio São Paulo e coordenadora desse primeiro encontro, propôs a construção da Aliança de Cozinheiros de  forma linear e participativa e explicou a estratégia inicial através dos principais objetivos do projeto, que são:

O Ministério da Agricultura (MAPA) colocou em consulta pública legislação para pequenas agroindústrias de leite e derivados com mais dificuldades impostas para os agricultores familiares. 

O documento segue abaixo na íntegra.

Em resposta à carta aberta encaminhada à ANVISA e à Presidência da República, de autoria das organizações sociais, o diretor presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) esclareceu que, com a reorganização interna de sua estrutura, a agência decidiu por integrar de forma definitiva o Projeto de Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária criado pela RDC 49 / 2013, que dispõe sobre o exercício de atividade de interesse sanitário do microempreendedor individual.

Reafirmou o compromisso de diálogo firmado entre a ANVISA  e a sociedade civil organizada garantindo que não haverá restrição ao processo de aproximação com a agricultura familiar e empreendimentos da economia solidária, como já vem sendo realizado nos últimos meses.

O Slow Food parabeniza a instituição por seu posicionamento e espera que demais órgãos reguladores como o Ministério da Agricultura adotem a mesma postura perante à produção de alimentos oriundos da agricultura familiar.

veja o Ofício 1084-2015 da ANVISA [aqui]

Dentro de poucos dias, os governos do mundo inteiro se reunirão em Paris para falar sobre mudanças climáticas. Depois de mais de 20 anos de debates, negociações e fóruns fracassados, a conferência de Paris (COP 21) tentará concluir, pela primeira vez, um acordo vinculante e universal.

Nas 54 páginas do texto das negociações (http://unfccc.int/resource/docs/2015/adp2/eng/11infnot.pdf), porém, o termo “agricultura” está totalmente ausente, embora o tema da segurança alimentar seja mencionado muitas vezes. Uma lacuna gravíssima, segundo o Slow Food.

A ausência dessa palavra significa relegar às margens do debate uma questão que, ao contrário, é fundamental: a relação entre alimentos e clima. Dependendo do sistema de referência, a agricultura, a pecuária e a produção de alimentos podem representar várias coisas: de um lado, uma das principais causas das mudanças climáticas; de outro, uma das vítimas; de outro ainda, uma das soluções possíveis. O fato da atenção estar voltada para os segmentos de energia, indústria pesada e transportes significa não reconhecer o papel-chave da agricultura.

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s