Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

xl 11523 wefeedtheplanet finedininglovers TP copy

O Slow Food Brasil participou da primeira edição do Terra Madre Jovem, que ocorreu de três a seis de outubro, em Milão, na Itália, e reuniu cerca de 2500 jovens produtores, cozinheiros e ativistas de 120 países. O evento teve como tema "We Feed the Planet" (Nós Alimentamos o Planeta), em resposta à realização da EXPO, exposição universal que teve como tema “nutrir o planeta” e como principais patrocinadores multinacionais do ramo alimentício.

seda slowfood bh 01

 

O Slow Food Brasil assinou nesta terça-feira (13), em Belo Horizonte, um termo de acordo de cooperação técnica com a Secretaria de Desenvolvimento Agrário de Minas Gerais, que visa fortalecer as cadeias de produção sustentável da Agricultura Familiar no estado, valorizar o trabalho das comunidades e povos tradicionais e incentivar a alimentação saudável, boa, limpa e justa através da educação ao gosto e dos circuitos curtos de comercialização.

O acordo prevê que nos próximos 90 dias será elaborado, em conjunto, um Plano de Ação para o estabelecimento dos objetivos específicos, metas, linhas de atuação e o cronograma de atividade.

Confira na íntegra o texto apresentado durante a cerimônia:

Mandaçaia

Aconteceu no Território Piemonte da Diamantina - Bahia o primeiro intercâmbio de meliponicultura da Fortaleza da Mandaçaia. Esta ação teve como objetivo principal, estreitar laços entre os atores locais, ampliando o diálogo sobre a importância da preservação da espécie, permitindo trocas de experiências e saberes da meliponicultura na caatinga, aos jovens da Fortaleza da mandaçaia.

Festival Arca do Gosto 2016

De 8 a 18 de outubro de 2015 o Slow Food realiza festival gastronômico onde quatorze restaurantes da capital paulista e seus chefs apresentam pratos com ingredientes brasileiros ameaçados de extinção, como o umbu e a araruta.

Festival Arca do Gosto

A Arca do Gosto é um catálogo mundial do Slow Food para localizar, descrever, divulgar e proteger produtos ameaçados de extinção, mas que se encontram ainda vivos, com potencial produtivo e comercial. A lista, dividida em categorias como raças animais, frutas e verduras, reúne hoje mais de 2000 ingredientes de diversos países, sendo quase 50 brasileiros, que vão dos mais conhecidos, como o pinhão, aos menos, caso do babaçu e do caranguejo aratu. Para estimular seu consumo, o Slow Food Brasil promove, entre os dias 8 e 18 de outubro, a primeira edição do Festival Arca do Gosto em São Paulo. Quatorze dos principais restaurantes da capital paulista alinhados com a filosofia do movimento, que valoriza o alimento bom, limpo e justo, se engajam para apresentar algumas dessas riquezas nacionais em pratos especiais, a maioria inédita. "A Arca do Gosto tem um potencial enorme no Brasil, ainda pouco explorado. Tem países da América Latina que defendem e mostram a própria biodiversidade com grande orgulho. O Brasil precisa defender sua cultura alimentar com o mesmo orgulho, a partir dos alimentos que estão ameaçados de extinção, promovendo sua produção e consumo”, acredita Carlo Petrini, fundador do Slow Food.

Participam do festival os restaurantes Brasil a Gosto, com a Castanha de Baru, o Capim Santo, com o Aratu, o Dalva e Dito, utilizando o Umbu, o Epice, com o Néctar de Abelhas Nativas, o Espaço Zym, que irá preparar um prato com o Babaçu, e o Brace Bar & Griglia, que fica dentro do Eataly, representando o Parmesão da Mantiqueira. Completam a lista o Esquina Mocotó, com o Pirarucu, o Jiquitaia, com o Arroz vermelho, o Lá da Venda, com o Queijo da Serra da Canastra, o Maní, com a Araruta, o Micaela, representando o Piracuí, o Tête à Tête, que irá usar a Ostra da Cananéia, o Tordesilhas, com o Pequi, e o Tuju, com o Cambuci.

Continuando a série de cursos, oficinas e degustações que o Slow Food Brasil está realizando no Eataly SP, confira abaixo a agenda das atividades do mês de outubro.

Oficinas infantis - outubro

Trufas de chocolate ao aroma de ______???
data:
 03/10/15, das 14h às 15h30
valor: 60,00
descrição: Nessa aula trabalharemos com os aromas de especiarias e ingredientes perfumados. As crianças serão convidadas a reconhecer e interpretar os cheiros, identificar memórias e experimentar alimentos talvez nunca antes acessados no universo infantil. Além disso, colocam a mão na massa e com os ingredientes identificados produzem deliciosas trufas com chocolate brasileiro, valorizando o cacau de nosso território.

Daniela Lisboa é nutricionista e chef de cozinha. É membro do Slow Food e uma das fundadoras da Escola Como Como de Ecogastronomia, onde desenvolve e executa projetos especiais relacionados à cultura, gastronomia, sustentabilidade e educação alimentar.

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s