expedio_amaznia.jpg

A Associação e convivium Sabor Selvagem filiada ao movimento Slow Food internacional e Slow Food Brasil realizará a 4ª Expedição à Amazônia que conta com a participação de estudantes Gastronomia de Santa Catarina, Chefs de cozinha de diversas partes do Brasil, Biólogos e profissionais do setor Turístico e Hoteleiro.

Essa expedição tem como objetivo colocar os participantes em contato com a cultura amazônica e sua enorme biodiversidade, para que possam agregar o conhecimento adquirido com essa experiência a seus objetivos profissionais e suas pesquisas acadêmicas, valorizando assim a cultura gastronômica brasileira.

O grupo chegará a Belém do Pará no dia 15/07/2011 e nos quinze dias seguintes os participantes conhecerão diversas cidades paraenses, ilhas, praias, mercados públicos e farão visitas a diversos pontos turísticos. Durante a estadia no Complexo Ecológico Parque dos Igarapés em Belém, serão ministrados pelos alunos, cursos de boas práticas na manipulação de alimentos aos funcionários do parque.

Irão também ao Arquipélago do Marajó, o maior arquipélago fluviomarinho do mundo, Ilha do Mosqueiro, Ilha de Maiandeua, cidade de Bragança, onde vão conhecer a famosa praia de Ajuruteua e diversas casas de farinha situadas na cidade. Os estudantes, cozinheiros e Chefs realizarão três eventos gastronômicos promovidos pelo Chef Ofir Oliveira, que é considerado um dos maiores nomes na divulgação da cozinha Amazônica pelo mundo, em Belém, Bragança e no Marajó. Os eventos terão enfoque na gastronomia tradicional paraense e utilizará ingredientes selecionados pelo grupo na viagem. O grupo retornará à Santa Catarina no dia 31/07/2011.

Toda a viagem será registrada em forma de documentário audiovisual pelas produtoras Mekaron filmes e Duck produções e fotografada pelo Fotógrafo e Designer carioca Pedro Kuperman. O material originado da viagem, além de ser disponibilizado aos órgãos de turismo reponsáveis pela gestão do potencial turístico do estado do Pará, será exibido em eventos internacionais promovidos pelo Slow Food, mostras nacionais e internacionais de cinema e em universidades de todo o Brasil. A idéia é que essa experiência possa ser partilhada com estudantes do Brasil e do mundo e que estes possam ter mais contato e conhecimento das questões de ecologia e preservação, tão importantes para a preservação e valorização da culinária brasileira.