Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

Kit de imprensa em português

Faça download e consulte o material em português preparado pelo Slow Food para imprensa. O Kit contém os seguintes arquivos:

Para acessar os releases do Slow Food Internacional, clique aqui.


Assessoria de Imprensa do Slow Food Brasil:

Coentro Comunica: imprensa@slowfoodbrasil.com

Releases publicados no Brasil

Abaixo seção você encontra os Press Releases publicados pelo Slow Food Brasil.

Sobre os projetos e conceitos relacionados ao Slow Food, consulte também a seção Perguntas Frequentes.


Acompanhe também via: Slow Food Brasil via RSS Releases do Slow Food Brasil via RSS Slow Food Brasil no Twitter Slow Food Brasil no Facebook


De 20 de outubro a 6 de novembro de 2016, chefs como Bel Coelho, Neka Menna Barreto e Marcelo Bastos criam experiências com ingredientes do Sudeste, como araticum e jaracatiá, que fazem parte da Arca do Gosto, um catálogo de produtos ameaçados de extinção

Cambuci Festival Arca do Gosto 2016
Cambuci (Foto: Alexandre Schneider / Misture a Gosto)

Araticum, jerivá, cambucá... Alguns ingredientes como esses soam estranho, mas são exemplos de frutas nativas do Sudeste, que poderiam ser encontrados com mais facilidade do que um cupuaçu ou o popular açaí. Esses nomes que parecem inventados fazem parte da Arca do Gosto - um catálogo mundial do movimento Slow Food que reúne alimentos ameaçados de extinção, mas que ainda se encontram vivos, com potencial produtivo e comercial.

A lista, dividida em categorias como raças animais, frutas e hortaliças, reúne hoje mais de 3500 ingredientes de diversos países, sendo quase 100 brasileiros, que vão dos mais conhecidos, como a jabuticaba e o queijo da serra da Canastra, aos menos, caso do cambuci, grumixama, do jaracatiá e do araticum. Alguns dos ingredientes são novos na Arca, eles foram incluídos pelo projeto "Alimentos bons, limpos e justos: ampliação e qualificação da agricultura familiar brasileira no movimento Slow Food", em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina e o Governo Brasileiro. Para estimular a salvaguarda e fortalecer sua cadeia produtiva,  a Aliança de Cozinheiros do Slow Food Brasil e a Coentro Comunica promovem, entre os dias 20 de outubro e 6 de novembro, a segunda edição do Festival Arca do Gosto em São Paulo, com 18 atividades exclusivas.

Festival Arca do Gosto 2016

De 8 a 18 de outubro de 2015, chefs de 14 restaurantes de São Paulo se mobilizam para incentivar o consumo de ingredientes brasileiros ameaçados de extinção, como o umbu e a araruta, que fazem parte do catálogo mundial do movimento Slow Food

Festival Arca do Gosto - Umbu por Alex Atala
Festival Arca do Gosto: O chef Alex Atala prepara o prato "Umbu, coco e rapadura"

A Arca do Gosto é um catálogo mundial do Slow Food para localizar, descrever, divulgar e proteger produtos ameaçados de extinção, mas que se encontram ainda vivos, com potencial produtivo e comercial. A lista, dividida em categorias como raças animais, frutas e verduras, reúne hoje mais de 2000 ingredientes de diversos países, sendo quase 50 brasileiros, que vão dos mais conhecidos, como o pinhão, aos menos, caso do babaçu e do caranguejo aratu. Para estimular seu consumo, o Slow Food Brasil promove, entre os dias 8 e 18 de outubro, a primeira edição do Festival Arca do Gosto em São Paulo. Quatorze dos principais restaurantes da capital paulista alinhados com a filosofia do movimento, que valoriza o alimento bom, limpo e justo, se engajam para apresentar algumas dessas riquezas nacionais em pratos especiais, a maioria inédita. "A Arca do Gosto tem um potencial enorme no Brasil, ainda pouco explorado. Tem países da América Latina que defendem e mostram a própria biodiversidade com grande orgulho. O Brasil precisa defender sua cultura alimentar com o mesmo orgulho, a partir dos alimentos que estão ameaçados de extinção, promovendo sua produção e consumo”, acredita Carlo Petrini, fundador do Slow Food.

Participam do festival os restaurantes Brasil a Gosto, com a Castanha de Baru, o Capim Santo, com o Aratu, o Dalva e Dito, utilizando o Umbu, o Epice, com o Néctar de Abelhas Nativas, o Espaço Zym, que irá preparar um prato com o Babaçu, e o Brace Bar & Griglia, que fica dentro do Eataly, representando o Parmesão da Mantiqueira. Completam a lista o Esquina Mocotó, com o Pirarucu, o Jiquitaia, com o Arroz vermelho, o Lá da Venda, com o Queijo da Serra da Canastra, o Maní, com a Araruta, o Micaela, representando o Piracuí, o Tête à Tête, que irá usar a Ostra da Cananéia, o Tordesilhas, com o Pequi, e o Tuju, com o Cambuci.

App colaborativo chega ao Brasil com 847 dicas que seguem o perfil do movimento; são sugestões de onde comer, comprar e passar o tempo livre 

Slow Food Planet 

Você está de férias e quer jantar num restaurante bacana em Florianópolis, fazer compras no Mercado Municipal de São Paulo ou, simplesmente, saber onde tomar um bom café com pão de queijo em Belo Horizonte. Com uma seleção de dicas para encontrar esses lugares, o Slow Food lança no Brasil o aplicativo Slow Food Planet, realizado com o apoio da Lavazza.  

Lançado no Brasil e na Europa simultaneamente, o app inclui 12.500 recomendações em 22 países, sendo 847 no Brasil, escolhidas por mais de 2000 colaboradores ao redor do mundo. São associados do movimento, chefs, produtores artesanais e jornalistas que contribuem com dicas e comentários para selecionar estabelecimentos com práticas que se identificam com o perfil do movimento, ou seja, que ofereçam alimentos bons, limpos e justos. A seleção final fica à cargo da rede Slow Food. Desta forma, ele está sempre em construção e vai continuar crescendo continuamente, graças às novas sugestões enviadas.

A rede Slow Food se posiciona internacionalmente contra o plantio comercial e o consumo de organismos geneticamente modificados, os alimentos transgênicos. Mais do que isso, o movimento é a favor do direito de escolha, do direito à informação fácil e do acesso a produtos alternativos. Por isso, vem a público se manifestar veementemente contra o Projeto de Lei (PL) 4.148/2008, redigido pelo Deputado Federal Luiz Carlos Heinze (PP/RS).

Pela legislação vigente, alimentos contendo ingredientes modificados geneticamente são obrigados a registrar em sua embalagem a espécie doadora e apresentar um selo de identificação: o triângulo amarelo com a letra T dentro. É uma sinalização clara que informa. Essa rotulagem é necessária pois saber se um produto contém ou não ingredientes transgênicos é um direito garantido pelo Código de Defesa do Consumidor. Alimentos transgênicos e resíduos de agrotóxicos trazem efeitos nocivos para a saúde humana e do meio ambiente. Mas embora os efeitos prejudiciais dos defensivos agrícolas – geralmente utilizados nos cultivos GM – sejam conhecidos, não há ainda um consenso sobre a segurança do consumo de alimentos transgênicos. Sem o selo amarelo, fica mais difícil o consumidor ter certeza sobre o que está contido em boa parte dos produtos alimentícios disponíveis no mercado.

salonedelgusto-terramadre2014

A próxima edição do evento global do Slow Food, que acontecerá de 23 a 27 de outubro de 2014, em Turim, na Itália, será dedicada à agricultura familiar e à Arca do Gosto, o projeto internacional do Slow Food para a preservação da biodiversidade

Organizado pelo SlowFood, Região do Piemonte e Municipalidade de Turim, em parceria com o Ministério Italiano de Políticas Agrícolas, Alimentares e Florestais, o evento internacional do Salone del Gusto estará de volta em Turim, Itália, celebrando a sua 10aedição. O Salone del Gusto, o salão dedicado ao mundo dos alimentos, e o encontro internacional do Terra Madre, a rede dos pequenos produtores do mundo inteiro, que está completando 10 anos, serão realizados, pela segunda vez, como evento único. O SalonedelGusto e TerraMadre2014 vão acontecer de 23 a 27 de outubro, no Centro Lingotto Fiere de Turim, contando com a presença de mais de 1.000 expositores vindos de 130 países, além de 300 Fortalezas Slow Food, chefs, agricultores, pescadores, professores, artesãos, representantes dos setores vinícola e gastronômico, e das Comunidades do Alimento do TerraMadre. Para conhecer o programa do evento, saber mais sobre os temas, os Laboratórios do Gosto e o mercado internacional, acesse o site: www.salonedelgusto.com/en/

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s