Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

Carlo Petrini em ConservatóriaUm belo dia, pouco antes do Natal chega um e-mail: confidencial e... surpreendente: Carlo Petrini* viria ao Rio, em viagem particular, de férias, logo após o Natal!

Viria para descansar, tomar água de coco, ir a praia... e, na virada do Ano Novo, assistir a famosa queima de fogos na orla do Rio.

Nada de compromissos, entrevistas ou fotógrafos: pernas pro ar, que ninguém é de ferro!!!

Mas, deu a entender que queria saber sobre o movimento no Brasil, sobre os Convivia, quantos associados, o que vem sendo feito.

Gostaria também de dar um passeio na serra para ver algo diferente.

Carlo Petrini*Transcrição da fala de Carlo Petrini*, Rio de Janeiro, 03/01/2008

Me desculpem, mas não falo português! Eu entendo, não como "seu Bené" que dizia non capisco! Io capisco, mas... não sei falar!

Antes de tudo, um agradecimento a este extraordinário comitê de recepção: Margarida, Teresa, Manuel, Maria** e a este meu precioso tradutor, o primeiro estudante** do Brasil que cursou nossa Universidade de Ciências Gastronômicas... o primeiro!

Obrigado pela hospitalidade...

Eu estava de férias! Por uma semana, tranqüilo... E então o Manuel me fez chorar por 1 hora!!!

Porque este filme (Seu Bené vai pra Itália), é uma coisa tocante, importante! Porque mostra bem o conceito e o espírito do Terra Madre!!!

Tomarei poucos minutos para explicar o que é Terra Madre e Slow Food.

Segunda-feira, dia tradicionalmente morto, parado, onde quase nada acontece, ou melhor, as coisas acontecem, só que bem, bem devagar, certo? Quase. Pelo menos uma vez ao mês, um grupo que a cada dia agrega novos convivas, resolveu mudar parte deste estereótipo. Agora, eles se reúnem para trocar experiências gastronômicas, compartilhar ideais, jogar conversa fora... só que bem, bem devagar.

Com a licença aos neologismos de Guimarães Rosa, mas a última reunião "degustativa" do Convivium Slow Food Recife, realizada no dia 12/11, foi algo meio que Macobras (Maravilhosa comilança brasileira). Tendo como temática "cozinha brasileira", o local da reunião não poderia ser tão apropriado, Marim dos Caetés, a nossa velha Olinda. Cenário maravilhoso, que abriu suas portas para um novo movimento, que busca salvaguardar o que esta cidade tem de mais precioso, as tradições, só que as gastronômicas. Que foram facilmente degustadas e apreciadas por todos.

Torrando a farinha. Foto: Marcia RiedererMovidos pela vontade de recuperar hábitos, costumes e alimentos que estão se perdendo no caminho de nossa globalização, em um sábado ensolarado nos juntamos no Engenho dos Andrade, para a farinhada - 1º Encontro do Convivium Slow Food Engenho de Farinha (Florianópolis/Brasil). Durante a semana foram necessários muitos preparativos, ver quem tinha a mandioca, busca-la, organizar as compras para o jantar, quem busca as mesas na igreja, ver como seria a participação de cada um, organizar o transporte para que os produtores de outros municípios pudessem participar dessa grande festa, enfim... nada que um grupo unido e animado não resolvesse com muita facilidade!

Casa junto ao Engenho dos Andrade. Foto: Marcia RiedererNo dia 10 de novembro de 2007 o Convivium Engenho de Farinha, localizado em Florianópolis/SC, realizará uma Farinhada durante o dia inteiro que terminará num jantar especial elaborado pelo Chef Ofir (Pará). Todos estão convidados para participar.

Os objetivos do Iº Encontro do Convivium Engenho de Farinha são integrar novos membros e propiciar um espaço para que as pessoas se conheçam, criem vínculos, e troquem informações sobre o que cada um faz, onde e com quem atuam. Buscou-se conceber algo que respeite a filosofia do Slow Food. Então, por que não preparar a farinha no Casarão Engenho dos Andrade ao longo do dia e utiliza-la no jantar?

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s