Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

Dezoito aldeias no Estado do Maranhão, no nordeste do Brasil, pertencem à comunidade. Elas produzem mel de qualidade, que no passado era usado pelos índios para tratar de problemas respiratórios. Este mel (natmel), vendido com o nome de ‘Meliponina’, cuja pura produção é garantida, pode ser distinguido do mel comum porque é mais ácido, menos doce e menos sólido. Graças ao apoio da ONG ambientalista Amavida, há esforços em curso para combinar a produção de mel com a de outros produtos locais, tais como frutas e legumes, através da criação de pequenas oficinas que produzem bolos e geléias como parte de uma estratégia definida como uma “estrutura de produção eco-sistêmica”. Cerca de 200 pessoas trabalham na comunidade e combatem a ameaça imposta por produtos de produção massificada das monoculturas da soja e do eucalipto.

Estado/Região/Território: Norte e Nordeste do Maranhão/ Nordeste/ Baixo Parnaíba e Lençóis Maranhenses
Municípios: São Luis, Urbano Santos, Barreirinhas, Santa Quitéria, Axixá, Chapadinha, Anapurus, Belágua, São Bernardo

Referência da Comunidade: 
Fátima de Maria Carvalho,  (98) 3469 1615
amavida@amavida.org.br

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s