Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

Organizam-se como “Associação de Mulheres Cantinho da Amazônia” (AMCA). O grupo surgiu no assentamento Vale do Amanhecer, em 2009, pela necessidade de empoderamento de mulheres rurais que dependiam financeiramente dos maridos para o sustento da família.

O trabalho se concentra na coleta e beneficiamento da castanha-do-Brasil, em que extraem o óleo e fabricam produtos como a farinha, transformada em biscoito, paçoca e massa de macarrão. A cozinha agroindustrial foi erguida com a parceria entre INCRA, projeto Sentinelas da Floresta e Banco Amazônia.

O grupo também participa de feiras como a FENAFRA, a Feira do Encontro Nacional da Mulher Rural, em Brasília, e feiras estaduais e regionais realizadas pelo Sebrae.

Por ser coletada de forma extrativista, a castanha-do-Brasil não contém agrotóxicos. Os produtos são comercializados a poucos quilômetros do local de produção e utilizam os conceitos da economia solidária.

 

Estado/Região/Território: Mato Grosso/Região Centro Oeste

Municípios: Juruena

Referência da Comunidade:  Leonilda Grassi Buss - (66) 98433-1725 - amcajuruena@hotmail.com  

 

Esta Comunidade do Alimento foi inserida na rede Slow Food pelo projeto:

logo projeto completa

 

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s