Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

A Comunidade está organizada na forma da Associação de Pequenos Produtores Rurais e Agricultores Familiares de Catulé Pequeno (Aprocap).

As comunidades da região de Bonito de Minas se dedicam basicamente às atividades rurais e à agricultura de base familiar. O cultivo de frutas e hortaliças serve ao próprio sustento e, em parte, para fins de beneficiamento e comercialização, enquanto o extrativismo sustentável de frutos do Cerrado proporciona renda extra nos momentos de safra. A região é bastante rica em água, o que facilita o cultivo das terras, sendo a cana de açúcar o produto mais encontrado na região, com bom potencial para o aproveitamento na produção de cachaça e rapadura. O potencial para a coleta e beneficiamento do pequi é alto, mas ainda subaproveitado.

A produção é feita de forma individual, em que cada família destina os alimentos para o próprio consumo. Produzem e coletam frutos nativos, dos produtos da sociobiodiversidade local, a partir do manejo sustentável, com respeito a safra, o período ideal de coleta, devolução de sementes ao habitat natural e processamento sem utilizo de produtos químicos ou danosos ao ambiente, enquanto o cultivo de frutas e hortaliças segue os princípios da agroecologia. Além do cuidado com a sustentabilidade, preservam o patrimônio cultural da região, porque são produtos que fazem parte das tradições e costumes das comunidades locais.

A Associação possui espaço para a realização de reuniões, encontros e atividades comemorativas, mas não possui equipamentos nem espaço adequado para o beneficiamento dos produtos, o que acontece individualmente na casa de cada associado.

Os associados se dedicam, sobretudo, à produção de derivados da cana de açúcar, mas no período da safra do pequi aproveitam para realizar a coleta e beneficiamento do fruto, transformado em óleo e conserva. Todavia, há relatos de que o ataque de um besouro que está ameaçando a florada do pequi e impedindo a árvore de se desenvolver. Alguns jovens participam junto a suas famílias das atividades de beneficiamento, mas não há incentivo para a participação na Associação.

Os produtos comercializados garantem o sustento das famílias de produtores e a proteção das áreas de Cerrado, pois a atividade é responsável pela salvaguarda da biodiversidade local. Contudo, os preços, tendem a ser muito baixos, em detrimento ao valor real do trabalho das comunidades.

 

Estado/Região/Território: Minas Gerais/Região Sudeste

Municípios: Bonito de Minas

Referência da Comunidade: Maria Amparo Oliveira de Araújo - (38) 999477469 / Otávio Lopes Araújo - (38) 999166471

 

Esta Comunidade do Alimento foi incluída na Rede Slow Food pelo projeto:

logo projeto completa

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s