Slow Food Brasil

Cadastre o seu e-mail e receba novidades:

 A Comunidade de Santa Rosa de Lima, no Estado de Santa Catarina, consiste em cerca de 100 agricultores, organizados na forma da Associação dos Agricultores Ecológicos das Encostas da Serra Geral, Santa Catarina. Os agricultores são, em sua maioria, descendentes de famílias alemãs e italianas, que chegaram às Encostas da Serra Geral no início do século XIX, e construíram pequenas fábricas artesanais. Os colonos italianos se especializaram no preparo da farinha de milho, e os alemães na produção de açúcar mascavo, melado e cachaça. Conservas eram produzidas para estocar legumes. Após duas gerações de imigrantes, as tradições ainda são mantidas.

Hoje os agricultores produzem frutas, geléias, doces, bolos, sorvetes, legumes, conservas e cereais, e processam galináceos criados em pequenas propriedades rurais. Frutas e legumes são produzidos por métodos orgânicos e que respeitam o uso sustentável do solo e da água e respeitando o momento de colheita, além de serem processados a partir de técnicas tradicionais de elaboração de sucos, geleias e conservas sem uso de corantes ou conservantes.

O processamento do produto permitiu aumentar o tempo de prateleira do produto e sua comercialização em todo o território nacional, obtendo um preço justo por produtos de qualidade.

As matérias-prima são plantadas, selecionadas, processadas e embaladas por pequenas agroindústrias pertencentes aos membros da comunidade. A comunidade está promovendo e comercializando os produtos em escala nacional em redes de supermercados através da AGRECO. Os produtos têm certificação orgânica da Ecocert. Em adição, a Agreco fornece alimentação escolar orgânica desde 1999. Graças à associação, mais de 200 escolas de Santa Catarina e cerca de 80 mil crianças se alimentam com produtos orgânicos oriundos da agricultura familiar.

 

Sobre os produtos:

Açúcar e Melado de Cana orgânicos – produzidos de forma artesanal, feito lentamente em tachos para manutenção do sabor. As lavouras de cana estão ao lado das agroindústrias. Carros de boi ainda são utilizados em algumas propriedades para arar a terra e realizar o manejo. Formas de comercialização: Açúcar mascavo e açúcar demerara (pacotes de 500g) e melado (Vidros de 450g).

Mel orgânico – maior parte produzido por abelhas com ferrão, nas variedades silvestre e eucalipto. Formas de comercialização: Mel florada Silvestre e florada Eucalipto (bisnaga de 270g e vidros de 450g).

Doces e Geleias orgânicos – feitos com métodos tradicionais nas pequenas agroindústrias a partir de frutas orgânicas cultivadas em pequenos lotes, colhidas uma a uma assim que amadurecem. Formas de comercialização: Banana Passa (Pote de 150g); geleias de banana, figo, laranja com pimenta, morango com pimenta, morango, uva, amora, pêssego, tangerina, butiá, goiaba e maracujá (vidros de 220g).

Sucos orgânicos – sem adição de açúcar, água, conservantes ou corantes. Formas de comercialização: sucos de goiaba, butiá, morango, tangerina, laranja, amora, maracujá e uva (garrafas de vidro de 300ml e 1l).

Atomatados orgânicos – sem conservantes e corantes. Formas de comercialização: molho de tomate tradicional, com manjericão, com pimenta e gengibre, com funghi ou com azeitonas e polpa de tomate (vidros de 325g), catchup (vidro de 150g) e extrato de tomate (vidro de 220g).

Conservas orgânicas - feitas com métodos tradicionais nas pequenas agroindústrias a partir de legumes orgânicos recém-colhidos cultivados em pequenos lotes. Formas de comercialização: beterraba, brócolis chinês, cebola, cenoura, pepino, picles, vagem, minimilho e poronguinho em vidros de 180g.

Frango orgânico – criado solto, com ração de base vegetal preparada por um grupo de agricultores a partir de ingredientes orgânicos. Não há uso de antibióticos ou hormônios. Formas de comercialização: frango inteiro ou pedaços (peito, coxas, sobrecoxas, coxinha da asa e miúdos em bandejas de 600g.

Alimentos orgânicos prontos – Feijões azuki e carioca embalados a vácuo em retort pouch e esterilizados em alta temperatura.

 

Estado/Região/Território: Santa Catarina/Sul/Encostas da Serra Geral

Municípios: Santa Rosa de Lima

Referência da Comunidade:

Adilson Maia Lunardi,  (48) 3654 0107, adilson@agreco.com.br

www.agreco.com.br

 

Esta Comunidade do Alimento foi revisada pelo projeto:

Logo Novo Projeto site copy

 

Conheça mais sobre Slow Food InternacionalFundação Slow Food para BiodiversidadeTerra MadreUniversidade das Ciências Gastronômicas

» SLOW FOOD BRASIL | Login »»

© 2013 Slow Food Brasil. Todos os direitos reservados aos autores das fotos e textos.
Não é permitido reproduzir o conteúdo deste site sem citar a fonte, link e o autor.
Design e desenvolvimento: DoDesign-s