É uma planta rústica, e com bom potencial nutricional, rica em vitamina A, além de fornecer cálcio, ferro e vitamina C. Da família botânica das Baselácias, possuem alta resiliência, sendo rústica e de fácil plantio, se configurando um importante recurso alimentar para as populações das regiões Norte e Nordeste do Brasil. 

A bertalha é uma trepadeira, de caules e folhas verdes, com as nervuras da face inferior arroxeada ou avermelhada, carnosas e suculentas; apresenta pequenas flores brancas. Tem preferência por ambiente úmido mas com sol direto, ocorrendo de forma espontânea em áreas abertas e de capoeiras. Não há cultivos comerciais, se restringindo a hortas domésticas, de preferência junto a cercas e latadas, utilizada às vezes em ornamentações.

É um alimento que está sumindo culturalmente devido às mudanças de hábitos de moradia e consumo.

É tradicionalmente utilizada por ser uma verdura trepadeira perene, encontrada em quintais.

 fotoBertalha_cred.jpgFoto: Fundação Slow Food para a Biodiversidade

De folhas e raízes comestíveis. As folhas desta videira são verde escura e possuem um sabor suave. Podem ser usadas tanto em saladas quanto para cozinhar, como o espinafre, crua, mas principalmente na forma cozida ou refogado, com ovos ou em bolinhos, por exemplo. As raízes podem ser consumidas em purês, cozidas ou fritas. O suco púrpura das suas raízes pode ser usado como um corante natural para alimentos.

Indicado por Clarice Soares Carvalhosa
Revisado por Ligia Meneguello
Alimento embarcado na Arca pelo projeto
logo projeto completa